A BOL usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de cookies. SaberMais/ Fechar
Distrito Sala
Detalhe Evento
SÓ HÁ UMA VIDA E NELA QUERO TER TEMPO PARA CONSTRUIR-ME E DESTRUIR-ME

SÓ HÁ UMA VIDA E NELA QUERO TER TEMPO PARA CONSTRUIR-ME E DESTRUIR-ME

Teatro & Arte | Teatro

Teatro Viriato

Sala Principal
Classificação Etária
Maiores de 12 anos
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2016
ago
31
a
2016
out
09
Realizado

Duração

80 minutos

Promotor

Centro Artes Espectáculo de Viseu, Assoc. Cult. Pedag.

Sinopse

Em palco, virados para o público, um grupo de jovens, propõe-se a falar sobre o significado de Liberdade.

A partir do texto original de Pablo Fidalgo Lareo, estes jovens pretendem engolir o mundo, mastigar e regurgitar, para o devolver ao seu público, mas este processo de regurgitação implica o desenvolvimento de um veneno em forma de palavras, criado para se poder pensar o sistema entrópico onde estamos todos inseridos. Ana Borralho e João Galante pretendem, com esta performance, provocar o público a refletir sobre a sociedade atual e os pilares sobre a qual esta se encontra alicerçada.

Ficha Artística

Conceito, direção artística, espaço e luz Ana Borralho & João Galante

Texto original Pablo Fidalgo Lareo

Banda sonora original Coolgate e Pedro Augusto

Assistência de ensaios e colaboração artística Catarina Gonçalves e Tiago Gandra

Sonoplastia Pedro Augusto

Performers uma turma do ensino Secundário de Viseu (A definir)

Produção casaBranca

Coprodução Culturgest/ Projeto Panos - Palcos Novos Palavras Novas (Texto original Pablo Fidalgo Lareo,
Tradução Francisco Frazão)´

Apoio Câmara Municipal de Lagos, LAC - Laboratório de Actividades Criativas e TEL - Teatro Experimental de Lagos

Informações Adicionais

ESPAÇO CRIANÇA DISPONÍVEL

Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda:

K CENA

Teatro & Arte | Teatro

Teatro Viriato

Sala Principal